Pautas
Quinta-feira, 13 de Junho de 2019, 11h:09

REUNIÃO DO FÓRUM SINDICAL JUNTO AOS DEPUTADOS ESTADUAIS

Fórum Sindical

Reuniram se hoje (12/6) na sala do colegiado de líderes da ALMT, membros do Fórum Sindical e os deputados estaduais Botelho (presidente), Dilmar Dal Bosco, (líder do governo), João Batista, Elizeu Nascimento, Paulo Araújo, Valdir Barranco, Lúdio, Dr. Claudinei, Dr. Eugênio e Thiago Silva.   ]

Na pauta do debate de hoje o Fórum Sindical colocou à mesa a discussão acerca do VETO PARCIAL GOVERNAMENTAL 42/19 à emenda parlamentar que incluiu o FEX (compensação das exportações) na composição da Receita Líquida do Estado para 2019.   A inclusão dessa receita oriunda do FEX na Lei Orçamentaria 2019 é de suma importância para arcar com despesas do Estado a exemplo da RGA 2018 (Lei 10.572/2017) e RGA 2019 dos servidores públicos do Poder Executivo.  

No debate falaram os deputados presentes em defesa da derrubada do veto, onde o presidente Botelho e o líder Dal Bosco se comprometeram a conversar com o governador.  

O deputado federal Neri Geller líder da bancada do agronegócio na câmara dos deputados em Brasília, assegurou na data de hoje que está sendo costurado um acordo acerca do PLP 511/2018. Segundo Geller a conversa com o presidente Rodrigo Maia e equipe econômica está bem avançada no sentido de aprovar a lei é assim o recurso tão esperado ser transferido para o Estado de Mato Grosso, o que daria margem para pagamento das despesas que não estão sendo cumpridas.  

O Fórum Sindical cobrou o cumprimento do acordo através da lei 10.572/2017 (RGA 2018) e acredita que com essa perspectiva de Brasília a derrubada do veto seja possível.   O deputado Botelho retirou da pauta de votação do veto do governo 42/2019 para uma conversa dos deputados com o governador Mauro Mendes.  

Fórum Sindical  

Assessoria de Imprensa Sindspen-MT

imprensasindspenmt@gmail.com

(65) 98462-9082

www.facebook.com.br/sindspen-MT

Instagram- @sindspen.mt

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.