Esportes
Segunda-feira, 07 de Janeiro de 2019, 00h:20

35ª Corrida de Reis

Servidores Penitenciários participaram da 35ª corrida de Reis

O Sindspen – MT marca presença mais uma vez na corrida de Reis que aconteceu ontem (06.01), em Cuiabá-MT.

Os Servidores do Sistema Penitenciário e familiares que participaram da corrida contaram com uma estrutura onde foram oferecidas massagens, alimentação e água.

Além disso, o evento foi abrilhantado com a presença do nosso Presidente e ilustríssimo Deputado Estadual João Batista de Souza que sempre fez questão de fomentar ações que estimulasse a prática de esportes entre os servidores penitenciários.

De acordo com Batista a prática de esportes ajuda o servidor que tem uma rotina muito estressante a relaxar e melhorar também a sua qualidade de vida.

“Praticar exercícios faz bem para o corpo e para a alma, além disso, trás uma grande satisfação em superar os limites do corpo” afirmou Batista.

O Diretor de Esporte do Sindspen-MT, Jorge Moraes, organizador e grande estrategista do ponto de apoio montado declara que “para o Sindspen incentivar a prática de exercícios e estimular a participação do servidor nesse tipo de evento é gratificante. Temos encontrado grandes talentos entre os servidores, atletas que carregam o nome do Sistema Penitenciário em competições e fazem bonito”. Afirmou Jorge.

De acordo com a diretora de imprensa, divulgação e mobilização do Sindspen, Josi Muniz a Corrida de Reis é uma tradição. “A Corrida de Reis já está em sua 35ª edição, é uma tradição na cidade e não poderíamos deixar de pensar em nossos servidores que vêm de todos os cantos do Estado para participar da competição”, disse Josi.

A Diretoria do Sindspen agradece e parabeniza os servidores Penitenciários que participaram da corrida de Reis e nos prestigiaram com a sua presença e disposição.

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.