Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019, 11h:06

Agentes penitenciários criam projeto "Horta Pedagógica" em escola

Assessoria/ Sindspen-MT

Ajudar as crianças a cultivarem uma horta, melhorar a alimentação e também poder ajudar a comunidade carente. É pensando assim que a Cadeia Pública de Tangará da Serra firmou um termo de compromisso com o ministério Público e Judiciário para construir o projeto "Horta Pedagógica", com intuito de ressocializar os reeducandos e proporcionar um aprendizado aos alunos do município. 

Assessoria

Horta pedagógica

 

A primeira escola contemplada com a parceria é a Escola Estadual Patriarca da Independência. O projeto já atua há cerca de 90 dias e já obteve duas colheitas, onde tem proporcionado alimentos para os alunos, além de beneficiar doações para a comunidade.

A Horta Pedagógica foi construída por 4 reeducantos juntamente com o agente penitenciário idealizador do projeto e atual diretor da CDP de Tangara da Serra, Valdinei Parizzi. Após a construção os alunos receberam uma espécie de instrução para cuidarem sozinhos da horta e atualmente são os mesmo que têm tratado do campo, os membros do projeto só prestam suporte quando há alguma dificuldade.

Para Parizzi esse projeto é maravilhoso. “Eu acho esse trabalho magnifico, ver esses recuperandos que ao invés de só ficarem trancados em celas, estão tendo a oportunidade de ressocializar e ensinar algo para crianças que estão em fase de aprendizado, isso é muito gratificante. Me sinto muito bem em estar colaborando com essa horta pedagógica", enfatizou.

A presidente em substituição do Sindspen, Jacira Maria parabeniza a iniciativa do trabalho. “Me surpreendi com esse brilhante trabalho na escola, saber que o serviço do agente penitenciário além de ressocializar o reeducando, está contribuindo também na educação dessas crianças é de grande valia, estou muito contente com esse projeto parabéns a todos”, finalizou.

Assessoria

Horta pedagógica

 

O projeto Horta Pedagógica visa realizar futuramente esse procedimento em outras escolas do município.    


Fonte: Sindspen MT

Visite o website: sindspenmt.com.br