Imprensa
Terça-feira, 28 de Agosto de 2018, 11h:41

Ressocialização

Sindspen/MT convida todos para 1ª Mostra de Trabalhos de Ressocialização do Sistema Penitenciário de Mato Grosso

Assessoria Sindspen - MT

O Sindspen/MT comunica que a Sejudh vai promover no dia 30 de agosto a 1ª Mostra de Trabalhos de Ressocialização do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, na Praça Alencastro, a partir das 9h.

O evento é alusivo ao dia da ressocialização, que foi comemorado no dia 26 de agosto, o objetivo é apresentar para população os trabalhos e projetos realizados dentro das unidades penais do estado, voltados para ressocialização dos recuperandos.

A programação contará com exposições dos materiais produzidos pelos custodiados como, telhas decoradas, arte sacra, peças artesanais em barbante/crochê, produtos em madeira, entre outros.

O Secretário da Sejudh, Fausto José Freitas fará uma breve fala às 14h e às 15h terá uma apresentação cultural.

A mostra dos trabalhos será apresentada pelos recuperandos do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) e da Cadeia Pública Feminina de Nortelândia, onde eles compartilharam suas experiências com a sociedade.

A população poderá conferir a exposição, que ficará aberta das 9h às 17h.

A Diretoria do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen/MT) considera muito importante fomentar a ressocialização dentro das unidades prisionais do estado, pois o intuito do sistema prisional é resgatar os apenados e dar uma nova oportunidade para que sejam reintegrados na sociedade.

“E importante salientar que a falta de investimentos no Sistema Penitenciário de Mato Grosso dificulta o trabalho de ressocialização dentro das unidades, por isso quero parabenizar os servidores que mesmo sem estrutura desenvolvem um brilhante trabalho com os recuperandos”, destacou o Presidente Interino do Sindspen/MT Amaury Paixão.

 

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.