Imprensa
Quinta-feira, 12 de Setembro de 2019, 14h:49

Agem

Projeto Agem visita a capital para entrar em contato com as forças da segurança

O objetivo da visita é oferecer aos aprimoramento do aprendizado

Assessoria de Imprensa Sindspen/MT
imprensasindspenmt@gmail.com

Alunos do Agente Mirim de Campo Novo do Parecis vão passar 4 dias na capital, para conhecer de perto a realidade do dia –a- dia do servidor da segurança.

Serão 4 dias de extensa agenda de visita aos mais variados nixos ligados aos treinamentos recebidos na cidade de Campo Novo do Parecis-MT, como visita a Penitenciária Central (PCE), BOMBEIROS, C.I.O.PA.E.R, EXÉRCITO, G.O.E POLÍCIA CIVIL, e B.O.P.E POLÍCIA MILITAR.

Sobre o projeto

O Projeto Agente Mirim Idealizado pela Associação dos Agentes Penitenciários de Campo Novo do Parecis e executado pelos servidores da Cadeia Pública da cidade, atende hoje cerca de 150 alunos sendo elas crianças e adolescentes. O objetivo do projeto é auxiliar o Estado e a família na formação desses jovens por meio do sistema de regras e leis vigentes. Os alunos do projeto participam de treinamentos educacionais e esportivos, como por exemplo, escolinha de futebol, capoeira, rapel, instrução pedagógica, artesanato e outros.

O Agente Mirim, além de consistir em oferecer uma nova formação de valores para os adolescentes mostrando os caminhos diferentes da criminalidade, busca também envolver a família do aluno agregando valores além do lar, que servirão para a vida em sociedade.

E pensando no laser desses jovens o coordenador do projeto, Fabio Aguiar irá trazer os alunos para passar 4 dias em Cuiabá. Eles chegam quinta-feira (12) e segue até o próximo domingo (15).

No cronograma de lugares onde os alunos vão passar consta: visita na Penitenciária Central do Estado (PCE), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Grupo de Operações Especiais (GOE) e Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), além de outros lazares como conhecer um dos shoppings da capital e a Arena Pantanal.

“O objetivo central é fazer com que os garotos tenham uma visão diferenciada, conheçam novos lugares, outras instituições para terem um pensamento diferente com novas ideias”, contou o idealizador e coordenador do projeto, Fabio Aguiar.

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.