Imprensa
Quarta-feira, 20 de Maio de 2020, 13h:54

NOTA DE REPÚDIO E SOLIDARIEDADE

Jacira Maria/Presidente

Assessoria

O Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso, SINDSPEN/MT, vem a público REPUDIAR a violência cometida contra a Querida e Amada, Anna Alessandra, Filha do Policial Penal Norton Carlos Marcelino e solidarizar com a família, amigas e amigos, e seus companheiras e companheiros de trabalho pela perda, pois é incomensurável a dor, que os enluta e entristece profundamente.

Consideramos que o assassinato da Anna Alessandra, com requinte de crueldade e misoginia, principalmente, por ela estar gestante, deve ter investigação rigorosa, pois crimes dessa natureza devem ser incluídos no rol das modalidades penais de feminicídio, já que resultou na morte brutal e por estupro, sendo que esse fato covarde causou muita comoção entre os Policiais Penais, que a viram crescer e se transformar em uma Linda Mulher.

É necessário e imperativo que essa violência seja combatida para que não mais assombre outras mulheres como a Anna Alessandra, que infelizmente foi vítima do preconceito, do ódio às mulheres, do machismo e da intolerância que travamos em nosso Estado/País.

O mapa da violência demonstra que mulheres jovens são as principais vítimas de mortes violentas no Brasil, com o agravante de que estas mortes são majoritariamente acompanhadas de requintes de crueldade. Somente entre os anos de 2003 e 2013, a morte destas mulheres em tenra idade aumentou 54,2%.

Anna Alessandra lutava contra pesadelos e fantasmas, que a atormentavam, e se tornou vítima de um Estado que não oferece Políticas Públicas aos jovens, para que não sejam cooptados pelo crime organizado. Perante situação, seguiremos firmes na luta, repudiando a violência que mata e vitimiza milhares de mulheres, assim como acompanharemos as investigações, para que a barbárie que a acometeu não fique impune, compondo apenas as estatísticas, até que os responsáveis sejam identificados e punidos no rigor da Lei.

Rechaçamos todo tipo de violência contra as mulheres e consideramos que a violência política e o machismo são as ferramentas que mais impedem que as mulheres alcancem os espaços de poder e decisão. Esse tipo de agressão mostra a face da violência que, diariamente, as mulheres sofrem ao ingressar nos espaços de poder.

"Nossa solidariedade de pesar a família do Policial Penal Norton Carlos, nós compartilhamos de sua dor, não só pelo fato de perder sua filha Anna Alessandra, mas, por ter sido um bom Pai e Avô, por entender o valor da vida que se vai e outra que precisa de seu apoio. Jamais nos conformaremos em ver a vida de pessoas queridas serem tiradas de maneira injusta e brutal, que impõe aos Pais a inversão do ciclo da vida, onde os obriga a enterrar seu amado (a) filho (a)", destacou a presidente, Jacira Maria. 

 

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.