Imprensa
Quarta-feira, 25 de Setembro de 2019, 15h:40

Nota de Esclarecimento

Assessoria Sindspen-MT

O Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso vem a público esclarecer aos servidores a respeito de um documento que tem viralizado nas nos grupos de whatsapp. O material foi feito pela servidora Marieli Amanda Gonçalves e é destinado ao Secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamente.

No requerimento a servidora relata em um primeiro momento que requer a anulação do Processo Administrativo com Julgamento de Mérito e cita insatisfação com alguns procedimentos de que seriam aplicados como melhoria aos Assistentes Penitenciários.


No entanto esclarecemos que este pensamento, já não condiz com a realidade atual, uma vez que segundo Mariele essa manifestação se deu de forma intempestiva e num momento em que ela não entendia muito sobre o processo. Mariele ainda deixa claro que o seu posicionamento atual é de total apoio a Valorização da Tabela Salarial dos Agentes Penitenciários e que entende que esse é um pleito justo. A servidora argumenta ainda que hoje mesmo encaminhará solicitação para a retirada dessa manifestação do processo.


A presidente do Sindspen, Jacira Maria da Costa e o Presidente da Comissão da Tabela de Valorização Salarial do Sindspen, Everaldo de Oliveira esclarecem que a juntada desse documento produzido pela servidora Mariele, não impactou em nada no andamento do processo de valorização da tabela salarial do Agente Penitenciário (Agepen).


Eles também elucidam que o pensamento dos representantes das Carreiras do Sistema Penitenciário (Agentes Penitenciários, Assistentes Penitenciários e Profissionais de Nível Superior) encontra-se perfeitamente alinhado com o objetivo proposto.


Desse modo, desmistificamos que não há por parte dos Assistentes e nem dos Profissionais do Nível Superior do Sistema Penitenciário motivo que impeça esse excelente trabalho, feito pela Comissão de Valorização da Tabela Salarial do Sindspen, de alcançar êxito.

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.