Cuiabá, 22 de Junho de 2018
Sindspen-MT

Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso

}

Segunda-Feira, 04 de Junho de 2018, 14h:20

Tamanho do texto A - A+

Governo de Mato Grosso pede prisão do Presidente do Sindspen por lutar pelos direitos da categoria

Por: Assessoria Sindspen-MT

Os servidores penitenciários de Mato Grosso deliberaram na última assembleia que aconteceu no dia 18 de maio, que a categoria iria iniciar uma manifestação de 72 horas, pelo descaso que governo do estado tratou as pautas de reivindicação que vem se delongando desde 2017.

O governo de Mato Grosso declarou ilegalidade na manifestação realizada pelos servidores e requereu junto ao Tribunal de Justiça multa para Sindicato dos Servidores Penitenciários de MT, afastamento e prisão do Presidente do Sindspen - MT, João Batista.

“Nos causa estranheza o pedido de prisão, no entanto não é a primeira vez que o estado faz isso, entendemos essa atitude como uma forma de coação ao movimento sindical, para que não lutemos pelos direitos dos nossos representados, é um ato arbitrário, totalitário e ditador por parte do governo de MT. Não nos sentiremos afrontados, tendo em vista que fomos eleitos para defender a nossa categoria e não vamos desviar da nossa finalidade”, destacou o Presidente do Sindspen – MT, João Batista.

Segundo Batista é assim que o governo de Mato Grosso trata a luta sindical em busca de melhores condições de trabalho para os servidores e segurança para a sociedade. A luta não vai parar até que o governo cumpra o acordo que fez com a categoria.

 

Permutas
Publicações
pdf-porte de armas.pdf
Data: 2016-08-22 08:57:01
Arquivo: pdf

pdf-sample (1).pdf
Data: 2015-08-15 16:06:46
Arquivo: pdf