Cuiabá, 15 de Novembro de 2018
Sindspen-MT

Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso

}

Quinta-Feira, 30 de Agosto de 2018, 21h:00

Tamanho do texto A - A+

Casamento Comunitário na PCE e Mostra de Trabalhos de Ressocialização: Desafios de ressocializar num contexto adverso

Por: Assessoria Sindspen - MT

Os servidores do Sistema Penitenciário de Mato Grosso vêm desenvolvendo diversos trabalhos voltados para ressocialização dos recuperandos, através da educação e da qualificação profissional, mas a falta de efetivo pode prejudicar a evolução desse processo de preparar o custodiado para se reintegrar na sociedade.

Dois grandes exemplos dessa laboração realizada pelos servidores penitenciários aconteceram hoje (30/08), o primeiro foi o casamento comunitário realizado nas dependências da Penitenciária Central do Estado que foi promovido pela direção da unidade, onde 27 casais disseram sim em nome da família.

Para a Coordenadora Pedagógica da PCE, Roselvira Serpa de Salles a educação dentro da unidade é de suma importância, ela precisa estar em todos os setores, pois é a partir da educação e do profissionalismo que os reeducandos vão alcançar a sua inclusão no meio social. “Quero agradecer todos os setores da PCE que sempre estão dispostos a colaborar para que eventos como esse aconteçam e a ressocialização progrida”.

 “Através desse casamento estamos proporcionando para os recuperandos a integração com a família e dando mais responsabilidade, visto que o compromisso foi firmado”, pontuou o Diretor da Penitenciária Central do Estado, Revetrio Francisco.

O segundo evento foi a Mostra de Trabalhos de Ressocialização do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, que aconteceu na Praça Alencastro, para apresentar vários trabalhos produzidos pelos recuperandos de 10 unidades penais do estado.

Os produtos expostos ficaram disponíveis para quem tivesse o interesse de adquirir ou até mesmo fazer encomendas com os diretores de algo específico.

A programação contou a citação de um poema escrito por um recuperando aluno da escola nova chance e também teve a apresentação cultural de dança do grupo Flor do Atalaia.

“Nosso foco é trabalho e educação, nossa intenção com essa mostra é expor para a população o trabalho que é laborado dentro das unidades, queremos despertar a sociedade para elas enxerguem o Sistema Penitenciário com outros olhos, estamos produzindo muito material bom e contribuindo com a vida dessas pessoas que estão privadas de liberdade, dando uma nova oportunidade a eles”, frisou a Advogada do Sistema Penitenciário, Michele Egues.

A Diretoria do Sindspen/MT Parabeniza os Servidores Penitenciários que buscam inovar a cada dia e se desdobram para contribuir para que o mínimo referente ao direito do custodiado seja cumprido.

É importante salientar que para continuar fazendo ações como essas acontecer é necessário investir em estrutura e principalmente em profissionais do Sistema Penitenciário.

De acordo com o Presidente do Sindspen/MT, Amaury Paixão sem efetivo não há ressocialização. "Ressocializar envolve uma série de ações que não excluem, por exemplo, a disciplina e a segurança, sem efetivo se torna impossível inclusive garantir os direitos básicos do custodiado. Estudar, trabalhar, criar, requer estrutura e também efetivo que garanta que tudo isso aconteça. No mês da Ressocialização não devemos nos esquecer disso", frisou o Presidente.

Permutas
Publicações
WhatsApp Image rotam.jpeg
Data: 2018-08-17 11:58:25
Arquivo: jpeg

pdf-porte de armas.pdf
Data: 2016-08-22 08:57:01
Arquivo: pdf

pdf-sample (1).pdf
Data: 2015-08-15 16:06:46
Arquivo: pdf