Cuiabá, 20 de Janeiro de 2018
Sindspen-MT

Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso

}

Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017, 11h:29

Tamanho do texto A - A+

Assessoria jurídica do SINDSPEN-MT luta na justiça para garantir direito de servidora que tem filho especial

Por: Assessoria Sindspen-MT

A Assessoria Jurídica do Sindicato dos Servidores Penitenciários do estado de Mato Grosso (Sindspen-MT), tem buscado garantir por meio da lei os direitos dos seus associados, prova disso é o resultado da ação impetrada pela servidora, Rita Beatriz Biondo, agente penitenciária que tem um filho especial e que busca na justiça garantir o direito de receber um (01) salário para custear as despesas para tratamento do mesmo.

 

Diante disso a assessoria ingressou com pedido no Tribunal de Justiça do Estado, pedindo a garantia do direito e após analisar os fatos, acatou os argumentos do Jurídico do sindicato e deferiu favoravelmente à servidora penitenciária, já que levou em consideração a Lei estadual, que como base a proteção à família.

 

Conforme a assessoria jurídica, a filiada tem um filho excepcional e foi agraciada com decisão judicial (liminar) em que o Magistrado ordenou que o Estado de Mato Grosso começasse a pagar este benefício de um (1) um salário mínimo imediatamente. “A assessoria Salienta que a decisão é passível de recurso pelo Estado de Mato Grosso, porém estão atentos e prontos a garantir que seja mantida conforme a lei”, disse.

 

Ainda conforme o jurídico do Sindspen, no Governo de Dante de Oliveira fora editada lei estadual em que obriga a Administração Estadual a pagar como beneficio um (01) salário mínimo vigente ao servidor com filho deficiente excepcional que necessite de tratamento especial destinando-se este recurso à educação e tratamento do mesmo, esta lei fora revogada no ano de 2004.

 

 A assessoria orienta aos demais filiados com filhos deficientes nascidos entre os anos de 1994 até 2004 têm direito a este beneficio, que procure a assessoria jurídica do sindicato e busque garantir o seu direito.

 

“Achamos importante à decisão, pois mostra que a administração pública não tem analisado de forma correta e adequada a garantia dos direitos dos servidores, então, sendo esse um direito do servidor público, ainda mais nessa situação de filho especial que requer muitos cuidados e gastos, ele deve ser garantido”, disse o Presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (SINDSPEN-MT), João Batista.

Permutas
Publicações
pdf-porte de armas.pdf
Data: 2016-08-22 08:57:01
Arquivo: pdf

pdf-sample (1).pdf
Data: 2015-08-15 16:06:46
Arquivo: pdf