Artigos
Terça-feira, 21 de Maio de 2019, 08h:55

Carta lida no dia da audiência publica na Assembleia Legislativa, pelas PNS aprovadas no concurso da SEJUDH, sobre o fechamento das cadeias em Mato Grosso

Assessoria Sindspen-MT

Me chamo ____________, sou aprovada no concurso da SEJUDH para o cargo de Profissional de Nivel Superior Especializado _____________. Estou aqui para fala em nome dos 56 Advogados, 29 Assistentes Sociais, 40 enfermeiros e 61 Psicólogos aprovados no certame do ano de 2016 da então Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do estado de Mato Grosso (SEJUDH).

No total somo 186 pessoas, das quais apenas 13, relativas aos cargos anteriormente descritos, foram convocadas no ultimo chamamento.  Em números, somos consideravelmente menores que o numero de Agentes Penitenciários, o que não exclui a relevância que possuímos para o Sistema Penitenciário de Mato Grosso.

Visando a busca de apoio e visibilidade aos Profissionais de Nível Superior Especializado (PNSE) aprovados no concurso da SEJUDH relativo ao edital do mês de novembro do ano de 2016, gostaríamos de destacar a relevância da nossa presença no contexto de todo esse Sistema, tendo em vista que é de suma importância não esquecermos, nem sequer por um segundo, que a estadia das pessoas em cadeias públicas é apenas UM PERÍODO da sua vida, dessa forma, o retorno destas ao convívio social, assim que possível judicialmente, é eminente. Logo, somos veículos de ressocialização das pessoas em situação de privação de liberdade, consequentemente, damos apoio à TODA SOCIEDADE e queremos DESTACAR isso.

A nossa atuação profissional possibilita-nos proporcionar melhores condições de trabalho para os Agentes Penitenciarios bem como suporte as famílias mato-grossenses que encontram-se em sofrimento pois seus pais, filhos, irmãos, filhas, mães, saem todos os dias para trabalhar nos ambientes das Cadeias publicas, ou encontram-se lá presentes como internos.

Dessa forma, gostaríamos de tornar possível a mudança de ideias que afirmam que nosso serviço consiste na “defesa de bandidos” e acreditamos que essa mudança de paradigma só será possível com a voz que parte de dentro dessa casa através dos/as nobres deputados/as. Assim como nossos colegas Agentes, nos empenhamos e passamos em um concurso difícil com desgastes físico, psicológico e financeiramente, enfrentando não apenas uma, mas seis fases até a homologação do mesmo.

 Com a noticia do possível fechamento de instituições penitenciárias, sabemos que os nossos colegas Profissionais especializados, já em pequeno número, mas que diariamente buscam fazer o seu melhor dentro do Sistema Penitenciário de Mato Grosso ficarão AINDA MAIS sobrecarregados, com demandas que lhes serão IMPOSTAS. 

Isto levando em consideração os locais que têm o “privilégio” de possuir profissionais especializados em seu quadro funcional, pois sabemos que em várias instituições não existe a presença dos mesmos.

Diante do quadro de calamidade que se encontra o Sistema Penitenciário do Estado de Mato Grosso, falar em fechamento de Cadeias Públicas é falar do adoecimento em massa dos já servidores desse Sistema, tendo em vista que já há sobrecarga de serviço e condições degradantes de funcionamento, assim como, manter o sistema da forma que se encontra é um grande descaso com toda população mato-grossense que sofre diariamente com a crescente violência e clama há tempos por melhoras.   Obrigada pela atenção de todos e todas.    

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.