Imprensa
Sexta-feira, 15 de Maio de 2020, 17h:54

Ação solidária entrega 35 cestas básicas para famílias carentes de Rondonópolis

Subsede do Sindspen Rondonópolis, junto com Policiais Penais e demais servidores da Cadeia Pública Feminina e profissionais da Penitenciária da Mata Grande, ambas do mesmo município se reuniram e arrecadaram alimentos perecíveis, com o objetivo de colaborar com famílias que estão precisando de ajuda nesse período de pandemia, devido o Covid-19.

Empresários do município também contribuíram com servidores nessa ação. Juntando todos os alimentos arrecadados foi possível montar 35 cestas básicas. A distribuição das cestas foi entregue na quinta-feira (14).

Rondonópolis

 

 

Os beneficiados com o trabalho voluntário foram a Paróquia São João Batista, Casa de apoio ao grupo LGBT, Associação Rondonopolitana de Deficientes Visuais e as demais cestas foram entregues a famílias carentes.

O Policial Penal membro do grupo que promoveu a ação beneficente, Jair Miranda de Oliveira, ressaltou em nome de todos que ajudar essas pessoas foi uma honra. “Nós sabemos a importância do nosso trabalho para a sociedade, mas poder participar de uma ação em beneficio ao próprio me orgulha muito, ainda mais diante dessa pandemia, onde muitos estão desamparados. Eu como policial penal além de exercer minhas funções busco sempre fazer algo a mais, é gratificante”.

ação beneficente

 

A presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sindspen), Jacira Maria parabenizou a iniciativa. “Esse momento é bastante delicado e de solidariedade. Ver os guerreiros do Sistema Penitenciário contribuição com o próximo nos alegra muito, demonstra preocupação com a sociedade, em especial, os menos favorecidos. Parabenizamos a diretora da unidade Silvana Leite, a diretora da subsede Jacilene Terra e toda a equipe que participaram dessa ação”.

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.